Posts Tagged: livros

O melhor blog do ano…

de 2012. Sim! Porque melhor que este será difícil! http://livreiranarquista.tumblr.com/ Advertisements

O melhor blog do ano…

de 2012. Sim! Porque melhor que este será difícil! http://livreiranarquista.tumblr.com/

Wonko, o São.

Não estou tentando provar nada, a propósito. Sou um cientista e sei muito bem o que pode ser chamado de prova. Mas o motivo pelo qual desejo ser chamado pelo meu apelido de infância é exatamente esse: me lembrar de

Wonko, o São.

Não estou tentando provar nada, a propósito. Sou um cientista e sei muito bem o que pode ser chamado de prova. Mas o motivo pelo qual desejo ser chamado pelo meu apelido de infância é exatamente esse: me lembrar de

1 x 0

Eu tentava provar ao @pinezi que Jay Gatsby não era um modelo de herói americano só porque a Daisy é sua amada e seu desejo inalcançável apesar de sua aparentemente infindável grana que pode comprar o mundo e tudo há

1 x 0

Eu tentava provar ao @pinezi que Jay Gatsby não era um modelo de herói americano só porque a Daisy é sua amada e seu desejo inalcançável apesar de sua aparentemente infindável grana que pode comprar o mundo e tudo há

Or perhaps a widow found him and took him in:

… bought him an easy chair, changed his sweater every morning, shaved his face until the hair stopped growing, took him faithfully to bed with her every night, whispered something sweet nothings into what was left of his ear, laughed

Or perhaps a widow found him and took him in:

… bought him an easy chair, changed his sweater every morning, shaved his face until the hair stopped growing, took him faithfully to bed with her every night, whispered something sweet nothings into what was left of his ear, laughed

A pedidos…

EU acho que as pessoas conversam casualmente (quando se encontram na rua, no café, na esquina) chegam à conclusões sobre a vida muito rápido. Não são necessário 10 minutos de conversa para que alguém diga algo do tipo: ‘a vida

A pedidos…

EU acho que as pessoas conversam casualmente (quando se encontram na rua, no café, na esquina) chegam à conclusões sobre a vida muito rápido. Não são necessário 10 minutos de conversa para que alguém diga algo do tipo: ‘a vida