O sábado e o rádio

Na década de 90, quem escutava as rádios de pagode (que recebiam um carinhoso, e nada além de carinhoso, apelido de rádio senzala) eram mocinhas, solteiras e curvas avantajadas e que, nas tardes de sábado, depois do almoço, aproveitavam para limpar a cozinha de casa. Enquanto esfregavam o chão ou o fogão engordurado, no radinho tunava alguma melodia com cavaquinho e sílabas dispersas. Depois, durante a semana tinham uma conversa parecida com isto:

– Você viu a nova musica do Exalta?

– Não, mas a nova do Belo é linda, menina. É a música que eu queria que fosse minha e do Adalto.

– Qual?

– Derê.

– QUAL?

– Derê. – Canta com olhos fechadinhos pensando no Adalto – Aquela assim: de-de-de-rê, derê, derê, dêeee-i-rê.

– Ah, tá.

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: