Aquele sobre as aulas de inglês:

Das escolas particulares de inglês, a que mais cheira mal é a Cultura Inglesa. Me parece que todas as suas ‘unidades’ são pomposas demais, com lanchonete, bancos, jardins e as pessoas que as frequentam possuem o hábito de ir e vir de carro com os pais, usar roupas com o pequeno crocodilo estampado, ter pesos e medidas completamente aceitos pela sociedade e não tomam o café servido na sala de espera. Logo, quando se é universitária, fumante, toma cinco copinhos do café e utiliza o ônibus para ir e vir, resta a ti uma parte isolada do grupo, que permite à secretária bocejar enquanto fala contigo sobre preços e condições de pagamento.

Outra coisa que incomoda são os donos das escolas. Eles são, invariávelmente, brancos, digo, caucasianos rosados, cabelos grisalhos e altos. O que quero dizer é que são, invariavelmente, anglo-saxões. Se o senhor que me atendeu não tomasse banho e vestisse uma armadura com um machado muito grande embainhado nas costas, “homem anglo-saxão” seria o nome escrito em uma plaquinha de metal logo embaixo de sua imagem.

A sala de aula equipada com um… uma… uma tela e tem um projetor. Ou é retro-projetor? E o professor usa uma caneta pra mover as palavras no quadro, na parede, ou ele grifa as palavras digitalmente… Enfim, é pedante.

Despiste all these things… A Cultura Inglesa receberá da minha conta bancária 175 mangos por mês, no próximos 12 meses. E mais um valor parecido com esse pelo livro colorido.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: