Gente fraquinha, fraquinha…

Eu entro facilmente em conflito com gente burra. Ultimamente, no meu curso, ando entrando em vários conflitos o tempo todo. Estudo com gente burrinha, bem fraquinha. Daqueles tipos que dizem: você gosta de rock ou de música lenta? Ou: Não gosto desse filme – In to the wild – porque é lento demais…

Não são pessoas más, nem sempre ignorantes, são burras porque reduzem tudo que vêem em um paralelo do que é bom e do que é ruim. Por exemplo algo bastante prático: se alguém morre é ruim, se alguém sobrevive porquê ganha um rim é bom. E ninguém pára pra pensar que quem morreu poderia estar prestes a  descobrir a cura pra Aids e quem sobreviveu é um molestador e vai durar mais 20 anos.

Estas e outras, às vezes, me desaniiiiiimam da vida, fico pensando: e quando tivermos contato com clássicos da literatura, que vão falar de Dorian Gray ou Capitão Ahab? Imagino as piadinhas e as colocações sobre a wwf.

Até o final do semestre, preciso pensar em uma música, com letra relevante, para apresentar à sala, comentar seu significado e blah. Até agora achei não  alguma sem qualquer margem para constrangimento gratuito.

Advertisements

One comment

  1. Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos céus.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: