Alguém morreu!

Sexta feira, agora, foi o último capítulo da novela Cabocla. Não sou de assistir novelas-das-oito, nunca o fiz na verdade, mas eu adoro essa novelinha. Sua primeira versão é de 59!!! Depois mais uma em 79 e a ultima de 04, que passava às 18h na Globo. No Vale-A-Pena-Ver-De-Novo, ela era aquela coisa melancólica que vinha no meio do meu dia lembrar que existem coisas pelas quais devo ficar feliz. Como o pãozinho caseiro, queijo branco, café, bolo de fubá, doce de abóbora com leite, o interior e até o cheiro da bosta de vaca que eu catava pra colocar nos vasos da casa da vó. Entre outras.
Não sei ao certo, se foi no último capítulo que isto ocorrei, mas era semana final, e não pude acompanhar a novela, pois estava cheia (ch-e-i-a) de coisas a fazer. Hoje, domingo, sem nada pra fazer, procurei trechos dos capitulo nos VOCETUBADO.com

A situar: a novela é inspirada na obra homóloga de Ribeiro Couto (é, eu também imaginava um autor mais popularzinho, não sei de quem se trata), foi adaptada pelas duas filhas de Benedito Ruy Barbosa e, enfim, filmada por ele.

Os personagens centrais (=a parte mais monótona da novela) eram Zuca e o Luis. Seguidos da embromação entre de Belinha e Neco, logo depois, vinham os romances coadjuvantes da professora Mariquinha com Tobias e, da irmã do Tobias, Tina com Tomé. Esses eram os romances que você se sentia uma telespectadora de novela com classe. Eram divertidos, excitantes e reais.

A personagem da Tina é apaixonada por Tomé que, por sua vez, é apaixonado pela outra irmã de Tina, Rosa, mas esta fugiu com um mascate Libanês. O que fez o lindo Tomé (Eriberto Leão) chupar dedo por muito tempo sem perceber o quato Tina o amava. Depois de muitos artifícios de sedução (uma sedução encantadora, nada de golpes fatais, só aquele toque compestre da menina Tina) Tomé, finalmente, entende que está amando à Tina muito mais do que ama a lembrança de Rosa. Logo, os dois se casam e, um mês depois, Tomé morre (mas não quero falar sobre isso, eu chorei demais nesse capítulo) Tina, porém está grávida. Sim! Todo mundo engravidou já na primeira na novela, como acontece em todas as novelas.

A mãe de Tina, Rosa e Tobias, D. Generosa reza todos dias para que sua filha fujona volte. Até que um dia retorna uma mulher, já casada e com um rebentinho, segue o Vídeo.

O que me espantou foi seu Felício – que ainda não tinha entrado no post, mas ele é o Pai de todos e fala mole, pois foi vítima de alguns capangas que o surraram (eu também não gosto de falar sobre isso) – por que dizer que ‘Niguém morreu, muiéééé!‘. Claro que morreu. O Tomé morreu. A Tina té aí de preto, só não chora mais, pois já secou a fonte.

Achei um disparate, oras! A Tina é com certeza minha mártir preferida e esse post todo era só pra falar sobre isso…

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: