Sua própria decadencia.

Hoje, eu acordei assim…

Faltam vinte minutos pra bater duas da tarde de uma segunda feira muito quente. Segundas que costumam ser sombrias de manhã e que, nas férias, tornam-se calorosas por acordar proximo à hora do almoço. O sufoco engasgado do que aconteceu só passou no domingo a tarde, depois do 2x1do São Paulo no Palmeiras.

AInda assim, se me lembro das partes específicas daquela conversa, fica  gosto amargo e a dor no estômago. Uma vontade afogada de querer falar agora, tudo que deveria ter dito. Mas, é, ficou no -ia. Deveria, falaria, mandaria praquelelugar.

Não o fiz, pois ‘o cachorro que late nunca morde e é ele que acaba virando sabão’. Professores-doutores são assim. Falam demais quando fazem a roda do seu nicho. Ficam cantando: icho icho icho, cada um no seu lixo. E eles fedem, como fedem! O Ego(centrismo) dilacerando os cérebros, pouco antes, pensantes.

Foi na sexta na reunião de revisão. E eu não havia entregue uma matéria. Por quê? Porque não apurei, não haviam fontes e não havia tempo, nem cabeça pra isso. Era preciso no mínimo tempo, mas o tempo fugiu naquela semana. No entanto, uma decisão dita aos quatro ventos não pode ser retirada se voce é doutor. Afinal  doutor nunca erra, não é mesmo?

Do contrário, estaria ali, sendo criticada pela edição pelo tamanho do texto e pela professora assistente pela falta de objetividade no texto. É sempre esse o defeito dos meus textos. Naquela sexta, antes mesmo de poder dar continuidade à reunião, fui a primeira a ser apontada como ‘negligente’, pelos fiéis suditos , e o primeiro alvo – bem da verdade, eu era o alvo mais suculento praquele professor… Fui convidada a me retirar por causa da minha ‘negligencia’. Eu, que fui muito bem educada em casa, não argumentei. Não estrago reuniões. Saí, ainda um pouco nervosa.

Depois fui debater o assnunt e acabei simplesmente chorando. Não chorava por mim, mas por todo o tempo que fiquei estudando pra passar no vestibular de biologia, passar em boa colocação e, ainda assim,  escolher o jornalismo! Esse foi meu erro? A dúvida era tão pesada que doeu-me e chorei.

É facil ser doutor quando se entende tudo de mitocondrias, mas e quando vc é doutor em teorias? Quando voce vai poder ser o dono da verdade? Quando o mundo, pra você, for estático. Bom, deixo aqui, meu protesto e lembro a todos: ELE NÃO É, tão pouco eu sou.

Isso, aparentemente, não vai mudar muita coisa dos meus humildes planos de ensino. Continuo a escrever sem objetividade e não me incomoda. Minha educação literária foi feita à base de Charles Bukowsky, mesmo com todo o esforço dos meus pais em fazer-me apreciadora de Monteiro Lobato na infância. Nunca me chamou atenção a vida fantasiosa de um sítio.

Enfim, falar sobre algo torna-o menor do que parece. Ou falar sobre algo singnifica que aquilo realmente o incomoda. A falta do que fazer ajuda também.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: