Por isso, prefiro gatos.

Juro por meus culhões que isto aconteceu.
Voltei hoje, mais uma vez, em hora avançada – e sem o pacotinho de cachorro quente – da faculdade (estava a diagramar uma disgrama de jornal!). Passando pela praça Barão do Rio Branco fui atacada ‘verbalmente’ por dois cães medianos, que resolveram correr atrás de mim.

Tenho que confessar que dei um grito esprimido do tipo:


Que interrompeu o sono de um mendigo qualquer deitado mais a dentro no jardim.

Fiquei pasma com a forte coincidencia com o post passado. E com a grosseiria dos cães, pois eu, que tanto os defendo, apenas tentava chegar em casa.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: